Hyago de Souza Otto, Auxiliar de Judiciário
  • Auxiliar de Judiciário

Hyago de Souza Otto

Ponte Serrada (SC)
1.507seguidores30seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Escritor nas horas vagas; cidadão indignado, apartidário e vigilante
25 anos, bacharel em Direito pela UNOESC (2015/2). Foi assistente de Promotoria de Justiça no MPSC (2016/2017), laborou em escritório de advocacia (2015/2016), foi estagiário do MPSC (2014/2015) e do Poder Judiciário/SC (2012/2014). Aprovado no XIV Exame da OAB. Desde 2017 é técnico judiciário e assessor de gabinete no Poder Judiciário/SC. Amante do Direito e interessado em assuntos políticos.

Recomendações

(4.666)
Texano ., Bacharel em Direito
Texano .
Comentário · há 18 horas
Texto lamentável, falacioso e ideológico, para dizer o mínimo. Contudo, tudo fica nítido quando se lê que o autor é professor de criminologia e coloca cidadão de bem entre aspas.

No momento que utilizou dados falaciosos do datafolha e de intitulados especialistas em segurança que nunca trabalharam na área, perdeu toda a credibilidade.

Datafolha NUNCA acertou nada, foi o mesmo que em 2005 noticiou que 80% dos brasileiros eram contra as armas (http://datafolha.folha.uol.com.br/opiniaopublica/2005/07/1226824-80-acham-queocomercio-de-armas-de-fogoemunicao-deve-ser-proibido.shtml)
Resultado: 2 em cada 3 brasileiros disseram SIM ÀS ARMAS, 64% dos votos totais.

Datafolha foi o mesmo que noticiou que Bolsonaro perderia no segundo turno para todos os candidatos (https://noticias.uol.com.br/política/eleicoes/2018/noticias/2018/09/28/datafolha-bolsonaro-perde-todos-os-cenarios-de-2-turno-ciro-vence-haddad.htm).
Resultado: eleito com 55 milhões de votos.

IPEA nem preciso falar nada. É o mesmo instituto que a margem de erro supera os 40%. Que afirmou que 66% dos brasileiros eram favoráveis ao estupro!!

E para colocar a falácia de que armas instigam suicídio, fica o dado do país com o maior taxa de suicídios do mundo, a Guiana (30,2/100.000, dados da OMS https://web.archive.org/web/20180117045516/http://apps.who.int/gho/data/node.main.MHSUICIDEASDR?lang=en), cujo número de armas é baixo, totalizando 122 mil armas civis (https://www.gunpolicy.org/firearms/region/guyana).

Nenhum dos países campeões em números de armas figuram no começo da lista (tenho completa num estudo que fiz) de países por suicídios.
E a razão disso é simples: armas não instigam suicídios, elas apenas facilitam a vida daquele indivíduo que já decidiu pôr um vim na sua própria existência. E se isso não acontecer com um arma, pode ser por afogamento, enforcamento, se jogar de um prédio, ingerir veneno, etc. Como ele preferir ou com o que tiver disponível no momento.

São artigos como este, repletos de falácias e absurdos, que cada dia mais a vida dos desarmamentistas se torna ainda pior. Não existe um dado concreto que os auxilie na saga de controlar a vida social alheia.

Ficaria ainda pior se eu utilizasse os dados do Brasil armado de outrora, antes de 1997 ou 2003. Aí, sim, daria até pena.

O debate é sério, requer argumentos sérios e não dados manipulados, informações absurdas com correlações inexistentes e palavras de ongs muito bem financiadas para fazer proselitismo ideológico e político.

Está aí, tudo com fonte, caso negue o óbvio.

BÔNUS: rato leproso do Márcio Thomaz Bostas dizendo que o objetivo do estatuto do desarmamento não era desarmar os bandidos (https://www.youtube.com/watch?v=GpOAVEfxBVg).

Menos ideologia, mais realidade, favor. O autor não duraria 5 minutos com Benê Barbosa, kkkkkkkkkkkkkk...

Perfis que segue

(30)
Carregando

Seguidores

(1.507)
Carregando

Tópicos de interesse

(4)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Hyago

Carregando

Hyago de Souza Otto

Entrar em contato